º Angiospermas  
º Gimnospermas  
º Pteridófitas  
º Briófitas  
º Talófitas  


     Angiospermas 

     São plantas de portes variados encontradas em praticamente todos os ambientes. Os principais representantes são terrestres embora existam espécies dulcícolas e marinhas (emersas ou submersas). 
     São Cormófitas, ou seja, possuem órgãos vegetativos (Raiz, caule e folhas) bem definidos. 
     São Vasculares ou Traqueófitas possuindo canais ou vasos condutores de água e nutrientes orgânicos ou inorgânicos (seivas). 
     São Fanerógamos possuindo flores e sementes (espermáfitas). 
     São Embriófitas, ou seja, formam embriões. 
     0 ovário, após a fecundação, desenvolve-se num envoltório de proteção e dispersão: o fruto. 

Exemplos: Laranjeira, carvalho, etc... 

     Gimnospermas 

     Plantas, em geral, com grande porte e de ambientes terrestres (a maioria de regiões temperadas). 
     São: 
     º Cormófitas  
     º Vasculares  
     º Fanerógamos e Espermáfitas  
     º Embriófitas  

     Suas folhas são perenes e xerófilas (adaptadas a ambientes secos). As características xerofíticas dessas plantas são induzidas pelo frio. 
     As folhas reunem-se em inflorescências compactas denominadas de estróbilo, cone ou pinhas, sempre unissexuados. 
     No Estróbilo, após a fecundação, forma-se, a semente denominada de Pinhão. Não ocorre frutos. 
     No Brasil, o pinhão extraído da Araucária é comestível sendo um prato típico da região sul-brasileira. 
     0 principal grupo é o das coníferas

São elas: 
     º Pinheiros  
     º Araucárias  
     º Pinus  
     º Ciprestes  
     º Cedros  
     º Sequóias


Fig. Pinha


     Pteridófitas 

     São plantas de porte variado, terrestres de ambientes com alta umidade e com alguns representantes duIcícolas, porém, nenhum marinho. 
     São Cormófitas e Vasculares. 
     São Criptógamas, ou seja, não possuem flores e sementes. 
     Não ocorre frutos. 
     Possuem caules subterrâneos ou rastejantes minados de Rizoma. 
     Principal grupo é o das Filicíneas que compreende as samambaias e as avencas.   

São elas: 
     º Samambaias  
     º Avencas  
     º Licopódios  
     º Selaginelas 

Briófitas  

     Plantas de pequeno porte (devido a ausência de vasos condutores), terrestres de ambientes com alta umidade e com alguns representantes dulcícolas, porém, nenhum marinho. 
     São Cormófitas embora possuam raiz, caule e folhas primitivos denominados de rizóide, caulículo e filoide, respectivamente. 
     São Avasculares ou Atraqueófitas, ou seja, não possuem vasos condutores de seiva. 
     São Criptógamas e não possuem frutos.

São elas: 
     º Musgos  
     º Hepáticas  
     º Antóceros 

Talófitas 

     São vegetais aquáticos (dulcícolas ou marinhos) cujo corpo é denominado de talo por não apresentarem diferenciação anatômico e histológico entre os órgãos vegetativos. 
     Não possuem sistemas condutores, flores, frutos e sementes. 
     São elas: 
     º Clorofíceas (Algas Superiores). 
     º Rodofíceas (Algas Superiores). 
     º Feofíceas (Algas Superiores). 


Resumão:
Angiospermas Gimnospermas Pteridófitas Briófitas Talófita
 Raiz, caule e folhas.  Raiz, caule e folhas.  Raiz, caule e folhas.  Raiz, caule e folhas.  Talo
 Vascular  Vascular  Vascular  Avascular  ---
 Flor  Flor  ---  ---  ---
 Fruto  ---  ---  ---  ---