Conceito: são ácidos orgânicos que encerram em sua molécula um ou mais grupamentos Amina. 
Existem vários tipos de aminoácidos, sendo os mais importantes os alfa-aminoácidos  Fórmula geral de um alfa-aminoácido:

 

     Qualquer molécula de aminoácido tem um grupo carboxila (COOH) e um grupo amina ligados a um átomo de carbono. Nesses mesmo carbono ficam ligados ainda um átomo de hidrogênio e um radical (R). 

   Nota - O radical (R) representa um radical orgânico, diferente em cada molécula de aminoácido encontrado na matéria viva. 
 
   Observação - os aminoácidos possuem caráter anfótero, ou seja, quando em solução podem funcionar como ácidos ou como bases. 

   Síntese e classificação: existem vinte aminoácidos diferentes na natureza, que fazem parte das proteínas e peptídeos. 
Os vegetais têm a capacidade de fabricar os vinte aminoácidos necessários para a produção de suas proteínas, já as células animais não sintetizam todos eles, sendo que alguns devem ser ingeridos com o alimento. 
   Assim, os aminoácidos podem ser classificados em dois tipos: 
  -Essenciais - são aqueles que não podem ser sintetizados pelos animais. 
  -Não essenciais - são aqueles que podem ser sintetizados pelos animais. 

   Observações - é importante ressaltar que, para os vegetais, todos os aminoácidos são não essenciais. 
   Fica claro que classificar um aminoácido em não essencial ou essencial depende da espécie estudada; assim um certo aminoácido pode ser essencial para um animal e não essencial para outro. 

   Tabela mostrando os aminoácidos não essenciais e essenciais para o homem:
.  

 Não Essenciais  Essenciais
 Glicina  Alanina Serina  Cisteína Tirosina  Arginina    Fenilalanina Valina Triptofano 
 Ácido aspártico Ácido glutâmico Histidina  Asparagina  Treonina Lisina Leucina Isolucina
 Glutamina Prolina  Metionina

Importância dos aminoácidos - são unidades estruturais dos peptídeos e das proteínas. 
     Funcionam como sistema tampão, ou seja, atuam no controle do pH das células.