Universitário
Universitário Notícias
Notícias    RECURSOS ENERGÉTICOS


As vantagens e as desvantagens do vidro e do plástico

28/06/11 -   F:  Clic RBS

Tanto o plástico quanto o vidro têm seu lado bom e seu lado ruim. E a todas as variáveis que entram nesse cálculo deve-se acrescentar o uso que se fará da embalagem. Só assim o consumidor poderá se declarar consciente para escolher o material do qual ela será feita.


A maior parte dos dados que você encontrará nesta página referem-se aos usos em grande escala desses produtos, especialmente para o envase de líquidos. Vale lembrar que ao ter de decidir pelo vidro ou pelo plástico para armazenar produtos em casa, o fator reciclagem e consumo de água para reaproveitamento passa a pesar menos. É só levar em conta que não passa pela cabeça de muita gente usar copos descartáveis em casa.

Aqui, você encontrará uma espécie de manual para estar bem informado quando a discussão for sobre qual dos dois é a melhor opção. Bom proveito.

O VIDRO

É composto de areia, soda, calor e, dependendo do caso, de alguns metais específicos para atingir determinada coloração.

- As qualidades

Não permite que o produto fique impregnado com o cheiro da embalagem e é retornável.

- As desvantagens

É quebrável e pesado. Uma garrafa de um litro pode pesar cerca de 950 gramas.

- Vida útil

A Vonpar estima entre 25 e 30 idas e voltas (cerca de dois anos) o tempo de vida útil de uma garrafa.

- Danos ambientais

Extração do silício (areia), que é o principal componente do vidro.

Emissão de CO2 e de componentes químicos (óxidos e sais).

- Como ocorre a reciclagem

É um processo simples, que se resume em duas etapas:

1) Resgate

Se inicia no descarte, com a remessa para a reciclagem.

2) Reaproveitamento

É feito a partir de um forno aquecido a uma temperatura de 1.300ºC. Os cacos de vidro, sem distinção, podem ser transformados em novas embalagens.

O PET

Confeccionado a partir de petróleo, é o melhor e mais resistente plástico para a fabricação de garrafas, frascos e embalagens para bebidas, além de óleos comestíveis, medicamentos, cosméticos, produtos de higiene e limpeza.

- As qualidades

É fácil de reciclar e transformar em fibras de poliéster. É leve, o que facilita o transporte: uma embalagem de dois litros pesa cerca de 50 gramas.

- As desvantagens

É descartado de forma inconsciente pela maior parte da população e acaba poluindo rios e córregos. Além disso, a maior parte da produção ainda tem origem em fonte não renovável (o petróleo).

- Vida útil

É um produto descartável, que será reciclado após o uso. O plástico, contudo, perde propriedades ao ser reaproveitado.

- Danos ambientais

Uso de fonte não renovável.

Poluição.

- Como ocorre a reciclagem

Se dá em três etapas:

1) Recuperação

Tem início no momento do descarte e termina com a confecção do fardo, que se torna sucata comercializável.

2) Revalorização

É a compra da sucata e a produção de matéria-prima reciclada.

3) Transformação

É a utilização da matéria-prima oriunda dos PETs para a produção de fibras, novas garrafas, móveis e coletores de água, entre uma série de possibilidades.