Curso Pré-Universitário





 
Universidades
  UFRGS
  PUCRS
  UFCSPA
  Instituições Públicas
  Instituições Privadas

 
Vestibular
  Inscrições
  Gabaritos
  Listão
 
Carreiras
  Profissões
  Área Médica
  Direito
  Engenharias
  Intercâmbio

 
Governo
  Enem
  Prouni
  MEC

 
Diversas
  Atualidades
  Ecologia
  Eventos Culturais
  Ciência
  Tecnologia
Notícias MEDICINA E SAÚDE

MEDICINA E SAÚDE

Café faz bem ao Coração

- - Abril (FS) Imprimir

Café protege contra doenças cardíacas. Bebida também afasta a diabetes e fornece agilidade e energia para o dia-a-dia.

O café é um dos alimentos que mais provoca discussões no meio científico. Nos últimos 60 anos, foram conduzidos mais de 21 mil trabalhos científicos sobre as suas propriedades e nunca se chegou a um consenso. Ele aumenta os batimentos cardíacos? Eleva a pressão arterial? Aumenta o pique antes da atividade física? Enfim, tomar café faz bem ou faz mal?

Com tantas informações é fácil ficar na dúvida. Para sanar de vez essa questão, a MEN’S HEALTH apresenta os benefícios que este energético traz ao corpo. Sim, café é uma bebida do bem.

Apesar de aumentar a pressão arterial, a ingestão regular de café ajuda a reduzir pela metade o risco de morte por deficiência cardíaca. Além disso, a cafeína pode trapacear o diabetes tipo II. Entenda a seguir como o café age no seu corpo.

Biologia
A adenosina é uma substância existente no organismo que diminui o funcionamento do sistema nervoso central. À medida que o dia passa, ela causa uma diminuição no ritmo corporal e sonolência.

Quando se conecta a receptores cerebrais, ela inibe a liberação de neurotransmissores, mensageiros químicos que controlam o cérebro e os músculos. Quando a cafeína é ingerida ela se faz passar pela adenosina e se conecta aos receptores no cérebro. Como resultado, o recado dado não é mais “descanse”, mas sim “siga em frente”.

Cérebro
A cafeína também aumenta a liberação da dopamina, um neurotransmissor que ativa a parte do cérebro responsável pela sensação de alerta, resoluções de problemas e prazer.

Quem toma café com regularidade ainda tem outros benefícios. Pesquisadores da Universidade de Harvard (EUA) determinaram que homens que bebem quatro xícaras de café por dia correm metade do risco de desenvolver o mal de Parkinson. Tudo indica que a cafeína mantém as moléculas de dopamina ativas.

Coração
Apesar de aumentar a pressão arterial em quem não tem o hábito de tomar café, o organismo logo se adapta à substância quando ela é ingerida regularmente durante uma semana.

Já quem sempre toma café, protege o coração. Cientistas da Faculdade Brooklyn (EUA) descobriram que homens que tomavam quatro xícaras diariamente reduziram em 53% o risco de morrer de doenças do coração em comparação com aqueles que nunca tomaram um gole.

Os pesquisadores só não identificaram ainda se é a cafeína ou os antioxidantes no café, ou a combinação dos dois, que fornece os benefícios cardiovasculares. Mas escolha a opção mais forte. Pesquisa mostra que os níveis dos antioxidantes caem em até 15% nos produtos descafeinados.




Digite a palavra-chave para pesquisar no banco de dados de NOTÍCIAS

 

Intensivo ENEM/UFRGS
EJA
Escola Técnica
Universitário Concursos
Terceirão
Colégio João Paulo I
Grupos por Disciplina
Editora Alegre Poa
Compartilhar

© Universitário 1995-2014